Aprenda e se acostume com a terminologia do Magento

Uma das grandes forças do Magento está no seu poder de customização. Antes de modificar um template ou criar um do zero você precisa entender a nomenclatura que o sistema atribui aos seus componentes. Alguns dos termos mais importantes são:

  • Templates: (localizado em app/design/frontend/sua_interface/seu_tema/template/). Esses são arquivos PHTML que contem tags (X)HTML e tags em PHP necessárias para criar a lógica para apresentação visual.
  • Skins: (localizado em skin/frontend/sua_interface/seu_tema/). Nesta pasta ficam os arquivos que serão utilizados pelo seu template para complementar a estrutura visual, como Javascript, Css  e imagens que compõe a interface.
  • Layout: (localizado em app/design/frontend/sua_interface/seu_tema/layout/). Aqui você encontrará arquivos XML que definem a estrutura dos blocos de cada página, assim como controle as informações META e encoding.
  • Locale: (localizado em  app/design/frontend/sua_interface/seu_tema/locale/). Esses são arquivos de texto organizados por linguagem que contém as traduções dessa versão da loja.
  • Bloco estrutural: são as 5 regiões fundamentais de qualquer página: header (cabeçalho), left (parte esquerda), main (área central), right (área direita) e footer (rodapé). Quando for definir onde um determinado bloco de layout irá aparecer, você irá precisar declarar utilizando um destes cinco termos.
  • Bloco estático ou bloco de conteúdo: de uma maneira geral, é um nome utilizado pelo Magento para distinguir uma gama de funcionalidades no sistema e para criar uma maneira modular de administrá-los, de uma forma visual e funcional. Resumindo: é qualquer região da página que pode ser retirada sem afetar o restante, como por exemplo, um campo de cadastro de newsletter ou um determinado banner.

Em breve mais dicas sobre Magento no site da Intercase.

Se você estiver precisando de ajuda profissional na customização de lojas Magento conte com a Intercase! Entre em contato conosco.